Olá!

Gostou do Blog?

Quer receber atualizações?

Insira seu e-mail:

sábado, 7 de agosto de 2010

O Espaço Ocupado nas Ruas

Estava olhando hoje o site da ONG Rua Viva, e achei lá dados bastante interessantes para se pensar.

Estou cansado de ouvir que bicicletas atrapalham o fluxo trânsito.
O espaço ocupado nas ruas por um passageiro de automóvel chega a ser 24 vezes maior que o ocupado pelos passageiros de ônibus.

Quantas pessoas podem passar em 1 hora pelo caminho de 3-4 metros de largura?

40.000 a 50.000 de trem
20.000 a pé
13.300 de bicicleta
7.000 a 10.0000 de ônibus
900 a 2.300 de carro.

E então quem é que ocupa mais espaço e atrapalha o fluxo?

Mais alguns dados:

- Os automóveis privados, apesar de transportarem cerca de 20% dos passageiros, ocupam 60% das vias públicas, enquanto os ônibus que transportam 70% dos passageiros, ocupam 25% do espaço viário nas grandes cidades brasileiras. (CNT, 2002)

- Estudo realizado por Ward's Communications em 1995, apontou que circulavam pelo mundo aproximadamente seiscentos e sessenta e dois milhões de veículos dos quais 76,3%, eram carros particulares. (LA VANGUARDIA, 1996)

- Em 1960, 44,7% da população brasileira habitava as cidades e não circulavam mais que 1,2 milhões de veículos. Em 2000 a frota registrada brasileira atingia a cifra de 30 milhões de veículos, sendo que 81,2% dos brasileiros já viviam nos centros urbanos. (Do Flagelo ao Sonho/Ruaviva, 2002)

- O quinto mais rico da população mundial possui 87% da frota de veículos, enquanto o quinto mais pobre, menos de 1%. (Relatório do Desenvolvimento Humano/PNUD, 1998)

-Anualmente um carro médio emite na atmosfera 5 toneladas de dióxido de carbono, sendo responsável por 60 a 80% da poluição atmosférica dos centros urbanos, além de ter se constituído no maior consumidor de energia não renovável do século XX.

- Cinco mil bicicletas em circulação representam 6,5 toneladas a menos de poluentes no ar, dez bicicletas estacionadas ocupam a vaga de um automóvel e cinco bicicletas em movimento ocupam o espaço de um automóvel. (Federação Portuguesa de Utilizadores de Bicicleta)

- O tráfego de veículos em nossas cidades é responsável por cerca de 80 % do ruído urbano.

- Se a China atingisse a média de um ou dois carros em cada garagem, como nos EUA, eles consumiriam 80 milhões de barris de petróleo por dia. O mundo produz atualmente apenas 74 milhões de barris. (Meio Ambiente no Século 21/Fábio Feldmann, 2003)

-A produção de energia baseada na queima de combustíveis fósseis causadores do efeito estufa cresceu 42% entre 1980 e 2002 - deverá crescer 230% até 2050. (World Resources Institute/United Nations Environment Programme)

Conclusão

A cada dia que passa eu fico mais indignado com a permissão de se estacionar ao longo das ruas, este espaço ocupado é enorme, se pensarmos que em muitas ruas a largura de 1,5m a 3m é reservada ao estacionamento, este espaço ocupado por carros parados, poderia dar passagem para algo em torno de 6.000 e 12.000 bicicletas por hora.

Isso tudo é muito injusto!


Vejam que interessante essa campanha da prefeitura de Münster, na Alemanha, que compara o espaço ocupado por vários modos de transporte e as vantagens de usar transporte público ou bicicleta. A campanha comparou o espaço necessário para transportar 72 pessoas:


-Bicicleta: 72 pessoas são transportadas em 72 bicicletas, ocupando no total 90 metros quadrados.


-Carro: Com base na média de ocupação de 1,2 pessoas por carro, 60 carros transportam 72 pessoas, ocupando 1000 metros quadrados.


-Ônibus: 72 pessoas podem ser transportadas em 1 (um) ônibus, que ocupa 30 metros quadrados. O ônibus, além disso, dispensa a necessidade, nas ruas, de espaço para estacionar.


Fonte: http://www.geo.sunysb.edu/bicycle-muenster/index.html


Foto da campanha ilustrando a ocupação do espaço por 72 pessoas em bicicletas, em carros e num ônibus.

10 comentários:

Klaus disse...

Fantástico Olavo, :-D

Sergio Buratto disse...

Bem interessante o comparativo, mas por que nunca incluem as motos nestes estudos?

Anônimo disse...

Bravo Olavo, retrataste tudo, de uma maneira simples, clara e objetiva. Me orgulho muito de meu "padrinho" reclineiro.

abração do Sergio Surdo

Olavo Ludwig disse...

Obrigado Klaus, Sérgio Buratto e Sérgio pelos comentários.

Sérgio Buratto, pois é uma boa pergunta, mas dá para fazer uma estimativa, a moto ocupa um espaço levemente maior que uma bicicleta. O maior problema das motos é a poluição,pois mesmo fazendo muito mais quilômetros por litro, emitem muito mais gases poluentes, tendo em vista que seus motores são muito ineficientes, já li que motos chegam a ser 10x mais poluente que um carro percorrendo a mesma distância.

Risomá Cordeiro disse...

Maravilha esse é o começo de uma grande luta por espaço...democraqtizaçao e justiça do espaço de transporte. pô quem sabe o o nosso prefeito nao entra nessa luta. acho que se restringir os espaços para estacionamentos nas ruas de uma forma bastante forte seria um bom começo...o espaço que sobra seria bem arpoveitado? Seria so tirar os carros? educaçao campanhas e insentivo ao uso das bikes...feliz dia dos pais pra ti Olavo...Risomá

Olavo Ludwig disse...

Risomá, com certeza só o espaço não resolve,mas já ajuda muito. Valeu e feliz dias dos pais pra ti também!!!

Maculele disse...

Muito bom o comparativo!
Um dado interessante de se buscar é o do investimento público em relação a cada modo de transporte... Se percebermos que este "quinto mais rico" recebe provavelmente a maioria absoluta dos recursos destinados aos espaços públicos (incluindo aqui praças, parques, calçadas, calçadões, passarelas, quadras de esporte, ciclovias, ruas, avenidas, estradas, viadutos, etc) poderíamos ter uma boa idéia de como nossas prioridades enquanto cidadãos estão erradas.
Vou dar uma fuçada pela web e se achar algo, posto por aqui.

abs!

Sergio Buratto disse...

Olavo, tenho duas motos: uma com 20 anos de idade, de valor sentimental na qual só ando uns poucos quilometros por mes, e a outra é uma moto de 2008 já com injeção eletrônica e catalisador.
Quando o pessoal diz que as motos poluem muito mais que os carros, eles omitem o fato de que os carros tem motores com muito maior cilindrada e consequentemente maior consumo comparado com as motos.
E como o percentual de poluição gerada é calculado por litro de combustível gasto, e mesmo que a maioria das motos não tão novas poluam mais por litro de combustível queimado, qualquer carro polui mais que qualquer moto por quilometro rodado.
Deve ser este o motivo para desprezarem as motos nestes comparativos, porque ganhariam de goleada como veículo motorizado de transporte individual.

Olavo Ludwig disse...

Sérgio,pior é que não é por litro, é por km rodado mesmo, pois os motores são muito piores em eficiência que os dos carros, já vi algumas tabelas. Claro que estas novas com injeção e catalizador é outra história.

Leonardo Nunes disse...

Mas os acidentes de trânsito, a grande maioria é envolvendo motociclistas, e quase sempre o mesmo tem lesões graves, quando não perde a vida...

Arquivo do blog

Seguidores